Sobre a REFORMAR

A REFORMAR - Research for Mozambique é uma organização de pesquisa, formação e advocacia, com o objectivo de promover os Direitos Humanos no campo da justiça criminal em Moçambique e outros Países de língua oficial Portuguesa.

A REFORMAR reconhece que

  • os Direitos Humanos em sistemas de justiça criminal são constantemente violados;
  • a defesa e promoção de Direitos Humanos em justiça criminal pressupõe pesquisas baseadas em evidências;
  • a importância da formação e capacitações constantes de todos os actores que trabalham no sector de justiça criminal para ampliar o conhecimento e mudar comportamentos e
  • as reformas baseiam-se no desenvolvimento de leis, políticas e práticas.

O trabalho da REFORMAR está ancorado ao direito internacional, regional e nacional. A REFORMAR trabalha em parceria com organizações locais, assegurando o aprendizado e o crescimento mútuos. Sempre que possível, a REFORMAR apoia as reformas em parceria com as partes interessadas para garantir a apropriação local dos progressos e a transferência de competências.

A REFORMAR trabalha em vários idiomas mas garante que, a nível internacional e regional, eventos tenham em consideração a importância da língua Portuguesa assim como documentos sejam sempre traduzidos em língua Portuguesa, para a interação do público Lusófono com a maioria dos Países da África, Anglófonos e Francófonos.


Quem Somos

Tina Lorizzo

Tina Lorizzo é fundadora e Directora da REFORMAR. Professora Adjunta da Faculdade de Direito da Universidade do Cabo Ocidental (África do Sul), Tina é Pesquisadora Associada à Africa Criminal Justice Reform (ACJR) do Instituto Dullah Omar na mesma Universidade. Ela possui um LLB em Direito da Universidade de Bolonha (Itália), um Mestrado em Criminologia pela Universidade da Cidade do Cabo (UCT) e doutorado em Direito Público na UCT. Tina trabalha sobre a África Lusófona.

As suas áreas de pesquisa são a reforma prisional; polícia e policiamento e, em particular, questões ligadas à prisão preventiva, a proibição e a prevenção da tortura, justiça juvenil, constitucionalidade da legislação penal e direito consuetudinário. 

 

Lourenço Valter Inocêncio Sigauque

Lourenço Valter Inocêncio Sigauque é o novo estagiário na área de pesquisas da REFORMAR. Licenciado em Psicologia Criminal no Instituto Superior de Ciências e Tecnologia Alberto Chipande (ISCTAC), Loury estagiou no Estabelecimento Penitenciário Preventivo de Maputo no ano de 2021, tendo tido a oportunidade de adquirir experiência e mais conhecimento na área de justiça criminal.

 

 

Amide Joaquim Nhamposse

Amide Joaquim Nhamposse, estagiário da REFORMAR. Licenciado em Direito pela Universidade São Tomás de Moçambique (USTM), Pós-graduado pela Universidade Pedagógica de Maputo (UP), Amide estagiou no Instituto de Patrocínio e Assistência Jurídica e Judiciária concretamente no Estabelecimento Penitenciário Provincial de Maputo no ano de 2019-2020, tendo tido a oportunidade de adquirir experiência e conhecimento na área de justiça criminal.

 

 

Ilídio Samuel Nhantumbo

Ilídio Nhantumbo é colaborador externo da REFORMAR. Ostenta os graus de Mestrado em Ciência Política (Georgia State University), e Desenvolvimento Internacional Sustentável pela Heller School for Social Policy and Management (Brandeis University), ambos nos Estados Unidos da América e Licenciado em Relações Internacionais pelo Instituto Superior de Relações Internacionais (ISRI) em Moçambique.

Ilídio é pesquisador e suas áreas de interesse incluem eleições e comportamento político, política comparativa, desenvolvimento sustentável e direitos humanos em Moçambique e África Subsahariana.

© REFORMAR - Research for Mozambique
Africa Criminal Justice Reform - África do Sul
CMS Website by Juizi
Privacy Policy | Terms & Conditions